quinta-feira, agosto 30, 2007

Radio Vaticana antecipa o futuro?

Um belo exemplo do perigo que paira sobre a língua. O futuro pode ser isto. Nacionalismos tontos e complexos coloniais à parte, isto interessa a quem exactamente? Talvez aos tradutores entre as duas versões da Radio Vaticana... e aspirantes a empregos semelhantes. Fora esses, não vejo a quem.

Já agora, a divisão linguística não era suposto ser uma maldição divina sobre a humanidade? Porque a alimenta a Radio Vaticana? Isto anda tudo ligado...

[Tradução brasileira: Um belo exemplo do perigo que paira sobre a língua. O futuro pode ser isso. Nacionalismos idiotas e complexos coloniais à parte, isso interessa a quem exatamente? Talvez aos tradutores entre as duas versões da Radio Vaticana... e aspirantes a empregos semelhantes. Fora esses, não estou vendo quem mais.

A propósito, a divisão linguística não era uma suposta maldição divina sobre a humanidade? Porque é alimentada pela Radio Vaticana? Isso anda tudo ligado...
]

3 comentários:

Fer disse...

O isolacionismo mata a língua. Sabemo-lo bem na Galiza :P

Bruno disse...

protestos podem ser enviados para:
brasil@vatiradio.va
porto@vatiradio.va
comunicacao@cplp.org

casccalensə disse...

lolol, e depois quando se clica em "brasileiro" ainda aparece: "emissões em direto para o Brasil, em PORTUGUêS (...)"!!! Não deveria ser: "(...) em brasileiro (...)"?

:P