segunda-feira, março 10, 2008

Saudosicantasticamente


[Versão YouTube, com entrevistas]

Enquanto via o festival, e ia-me horrorizando com o mesmo que horrorizou o Miguel, pensei que teria que reescrever este post onde dizia que o Portugal de hoje é um país muito diferente do Portugal de Salazar. Bom, sem dúvida que é, e até em relação ao festival, que já não concentra audiências como outrora. Mas o conteúdo... melhor nem falar mais.

Salvou-se a última canção, aqui em cima, mesmo mantendo o look passadista de todo o concurso. Despretensiosa, bem humorada mas não dedicada exclusivamente aos espectadores da Rua Sésamo (como a canção a que ficou em 2.º) e bem cantada. Uma verdadeira canção festivaleira, no melhor sentido da palavra, mas que ficou a ver navios... Para além da estupidez da RTP abrir as votações antes de todas terem sido apresentadas, o que beneficiou as primeiras, telefonar da Madeira fica mais barato, o IVA lá é reduzido, pelo que irá uma cantante madeirense representar a potência colonizadora em Belgrado, com uma balada chatérrima sobre mar e mais não sei quê, aqueles clichés ilhéus...

PS: O medley cantado por todos, de canções que já venceram a Eurovisão, esteve muito bem.

3 comentários:

Musicologo disse...

Como é que eu já sabia que ias estar de acordo comigo na escolha para a melhor canção do festival? ahaha!

Mas é sempre assim, os tugas não têm visão!...

De qualquer maneira, acho que não vamos nada mal representados. A segunda escolha também é bastante poderosa, veja-se o que fez a Sérvia o ano passado com uma voz poderosa numa balada.

Esta nº10 do teu vídeo é mais o estilo Ucrânia do ano passado.

Ou seja, balada e palhaçada, são completamente diferentes, mas ambas capazes de chegar ao topo.

Blá Blà Blá disse...

Só para agradecer o post, cá vai a informação spamástica de que os Blá Blà Blá estão no MySpace e não vão parar por aqui: http://www.myspace.com/blablablatrio

SecretSoul disse...

A canção que ganhou não era a minha favorita (era a dos Lisboa Não Sejas Francesa), mas penso que é a que melhor nos representa na Eurovisão e que tem mais probabilidades de amealhar um bom resultado. Não sei como e possível alguém gostar da canção que ficou em 2º. Coreografia MUITO MÁ, uma imitação pobre do Sakis Rouvas, voz fraquíssima e uma letra que apela apenas às pessoas mais velhas, internadas num lar. Coitadas, até essas merecem melhor sorte.