quinta-feira, dezembro 06, 2007

4 pessoas detidas em Vigo por mais uma queima da foto do João Carlos

Para que não se pense que o culto de personalidade não é para levar a sério, das moedinhas aos selos, até às leis especiais contra opositores, upa, upa. Tendo isto acontecido a cerca de 30km da fronteira portuguesa, temos o dever de solidariamente aproveitar os últimos magustos para assar algumas Holas e Caras que tenham a real focinheira na capa.

4 comentários:

Fer disse...

Se querem um kit de homenagem ao rei já sabem:
http://odemo.blogaliza.org/2007/12/07/constituicom-espanhola-garante-de-liberdades/
:D

boss disse...

Obrigado! ;)

É um fulaninho cada vez mais irritante, só nas brasas parece ficar bem... A infância no Estoril talvez não seja totalmente alheia a esse facto.

Anónimo disse...

Fazer fogueiras na via pública é inaceitável. Estarem a queimar o rei ou um pneu é exactamente igual. Acho muito bem terem sido detidas essas pessoas, porque colocaram em causa a segurança. Quem percebe o mínimo de higiene e segurança no trabalho, sabe bem os riscos que podem resultar duma deflagração.

boss disse...

Poderia estar de acordo com esse raciocínio se essa tivesse sido a razão da detenção. No entanto não foi essa a acusação. O crime aqui é a "profanação" da foto real.

Julgo que as primeiras detenções este ano por este crime, em Barcelona, aconteceram depois da queima de fotos menores que o tamanho A4.

De qualquer modo, voltando ao seu raciocínio, mesmo nesse caso a detenção seria excessiva. Claramente ninguém ficou em perigo por isto... Multas, identificação para posterior julgamento.. seriam os procedimentos razoáveis.