quinta-feira, dezembro 06, 2007

Direito à indiferença

Uma reportagem do The New York Times sobre famílias judaico-cristãs e a competição entre Natal e Hanucá que por vezes isso gera. Entre vários exemplos familiares, o de Rick Draughon (cristão), Scott Gamzon (judeu) e Noah, o seu filho adoptado. Suponho que este tipo de cobertura jornalística, com gays visíveis mas sem um assunto gay ou o termo sequer, só seja possível com mentalidades já mudadas. Suspiro...

Curioso também como ao longo da reportagem coisas como a árvore ou o pai-natal são vistos como símbolos óbvia e indiscutivelmente cristãos. Creio que faria bem à harmonia familiar se estas pessoas fossem de férias a Tóquio ou Singapura em Dezembro (nunca fui, mas diz que...).

2 comentários:

Anónimo disse...

Só para dizer que este blogue mete nojo e o seu movimento. Vocês são mesmo complexados não são??
Manifestam-se quando e como querem a favor da paneleiragem e depois não deixam brincadeiras como o orgulho Hetero... repugnancia!

boss disse...

Olha... até podia desmontar as tuas falsas acusações, mas.. fico-me por um fode-te animal, que perco menos tempo e pode ser que resolvas o teu "probleminha" se seguires o meu sábio conselho ;)