terça-feira, novembro 21, 2006

Casamento: uma boa e uma má notícia

Comecemos pela má. O governador do Massachusetts Mitt Romney está de saída, já que nas recentes eleições estaduais (a que ele não concorreu) saiu vencedor o democrata Deval L. Patrick, o primeiro governador negro do estado. Mas quer aproveitar os seus últimos dias à frente do único estado americano que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo para combater isso mesmo. Apesar de já várias sondagens terem mostrado que a aceitação desta lei é maioritária entre os eleitores de Massachusetts, e tem crescido desde a sua aplicação, Romney vem agora exigir um referendo. As verdadeiras razões para este estardalhaço fora de horas poderão estar nas pretensões de Mitt em ser escolhido para candidato republicano às próximas presidenciais americanas, coisa que ficaria comprometida vindo ele de um dos mais liberais estados do país, e tendo feito tão pouco, até agora, para combater uma lei odiada pela maioria do seu partido a nível nacional. Homofobia alimentada por ambições pessoais, pois então.

A boa vem de Israel. Depois dos múltiplos incidentes com as manifestações do orgulho LGBT em Jerusalém, surge a notícia de que o Alto Tribunal de Justiça ordenou que os 5 casais homossexuais israelitas casados em Toronto, no Canadá, poderão registar o seu casamento em Israel. Esta decisão escancara as portas da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo naquele país, coisa que a acontecer seria pioneira no continente asiático. Mas claro que os sectores conservadores da sociedade israelita estão já de pêlo eriçado, e há já quem diga que é o fim do estado judeu e a restauração de Sodoma e Gomorra. Pois seja.

2 comentários:

cris disse...

boss, totalmente off topic, nao encontro o e-mail do renas no blog. qual o vosso contacto?

boss disse...

Pois esse é um problema que ainda não resolvemos desde que passamos para o blogger, sorry, mas cá vai: renaseveados@gmail.com É só meu, mas posso passar qualquer info à restante renagem ;)