quarta-feira, dezembro 13, 2006

Afinal era do soja

Malta, fomos apanhad@s! A direita americana descobriu o segredo do nosso plano para gayzificar o mundo: alimentar as crianças com soja para que se tornem gays. («Soy sauce is fine. Unlike soy milk, it's perfectly safe because it's fermented, which changes its molecular structure. Miso, natto and tempeh are also OK, but avoid tofu.») Upps, que fazer agora? Plano B, óleo de fígado de bacalhau?

PS: Pensando melhor, promover cultos evangélicos é capaz de dar mais resultado... Hmmm...

6 comentários:

L disse...

LOL! Duplo LOL!
Bem, está tudo explicado. Anos de tofú, sobremesas de soja, seitan, shoyu, salsichas de soja, hamburgueres de soja e espetadas de soja, fizeram de mim o que sou hoje...

Bem, é engraçado ver coisas destas, da parte dos tarados religiosos. Pelo menos podemo-nos ir rindo um bocadinho com o nível a que o debate chegou, do lado deles ;)

L disse...

Ah, perdão: afinal o shoyu não faz mal, é um produto fermentado. Já agora, será que o meu endocrinologista aceitará substituir o Zumenon por leite de soja com sabor a morango?

LOL! pela terceira vez...

mauvest disse...

eu nunca comi coisas dessas!!!!!!! mas sou gay!!!!!! e agora?

http://mauvest.blogs.sapo.pt/

nadia disse...

eu acho, que a falta de soja na refeição faz despontar americanos sem miolos

L disse...

Nadia:
Eu acho que eles surgem sozinhos, e sem ajuda da falta de soja. Geração espontânea...

LOL! Pela quarta vez...

boss disse...

Mas até era engraçado que esta notícia gerasse uma quebra no consumo de soja, é que o maior produtor de soja do mundo, e de longe, é a América, mas propriamente os seus red states ;)