quarta-feira, dezembro 20, 2006

A cegueira ideológica da Associação Sindical de Juízes

Leio e pasmo. A associação que representa os magistrados do país esqueceu as uniões de facto? Não é capaz de perceber o claríssimo artigo 152º do novo código penal? A homofobia é tal que não concebe sequer que casais homos e heteros tenham em comum alguns defeitos? Só faltou terem escolhido um palanque do CDS-PP (qual Ordem dos Médicos) para fazerem a exibição pública das suas fraquezas intelectuais... Bom, se ainda houvesse dúvidas, ficou explicada a sentença do caso Gisberta. É a justiça que temos, não espanta que no Eurobarómetro mais recente sejam os portugueses os mais preocupados com a dita cuja. Quando não há é quando se sente a falta que faz.

4 comentários:

Grace disse...

"(...) Não é conversa retórica nem bandeira ideológica nenhuma. A igualdade é um valor jurídico em que todos nos reconhecemos como seres humanos."
... diz o apologista da descriminação legal para sacudir a água do capote

/me disse...

No fundo, no fundo, o homem admite nem ter pensado bem nas coisas, e que os seus argumentos são fracos. Mas aparentemente isso é para ele irrelevante. Vale tudo.

boss disse...

Grace, essas declarações não são do dito cujo. O dito não tem mesmo vergonha, veja-se o post do Miguel que o cita (também bloga a tal pessoa).

Grace disse...

Oh valha-me deus... não consigo funcionar tão chocada! E já vi, que o dito também bloga... Já li demasiadas coisas impressionantes hoje! Estou a processar... ...