segunda-feira, dezembro 11, 2006

3 boas novas para começar a semana a sorrir

1) O ataque à legalidade do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Canadá caiu em saco roto. Era previsível, era aliás o que queriam os conservadores, como antevi em Janeiro.

2) Não vejo a morte de Pinochet exactamente como uma boa notícia, pois afinal era já inofensivo e desta forma morre sem condenação. Mas que isso deixe Tatcher entristecida só nos pode aquecer o coração com sentimentos típicos da época. Poor Maggie...

3) Ironias polacas. O mais conservador, católico, nacionalista e populista governo da União Europeia enfrenta uma grave crise fruto de um escândalo, oh surpresa, de natureza carnal. Bastante carnuda aliás, já que Aneta Krawczyk garante ter subido na carreira à custa de se deitar com o ministro da agricultura e um deputado - desconhece-se se em simultâneo. Como se já não lhes bastasse ter um primeiro-ministro bicha.

1 comentário:

JPT disse...

A morte de Pinochet fez vir-me à memória este poema do Ary...

In Memoriam

"Que a terra lhe seja pesada.
Que lhe apodreça o corpo e os olhos fiquem vivos,
Se lhe soltem os dentes e a fome fique intacta...
(...)
Que o sangue que era o seu seja o rictus da tara,
A máscara de sal,
A vingança do pobre.
E que o Exterminador, no seu trono de enxofre,
o faça tilintar os guizos da tortura
Até que o mundo o esqueça
E mais ninguém o chore."

http://www.meio.tv/m/josemachado/ary/a_liturgia_do_sangue/inmm.html