sexta-feira, setembro 22, 2006

Kiss my ass

Nem é isso que mais me tem incomodado. A ultrassexualização da tradução é que me parece mais grave. Por exemplo, "I'll kiss her ass" seria sempre traduzido em qualquer outra série por "vou dar-lhe graxa". Mas no "The L Word" rapidamente passou a um explícito "vou lamber-lhe o cu", é que nem era beijar, era lamber mesmo. Mas antes assim, que nada.

2 comentários:

Eduardo disse...

Lamento discordar (não lamento nada, mas pronto), mas eu por acaso conheço, e já de há muitos, muitos anos, a expressão "lamber o cu" como querendo dizer o mesmo que "dar graxa". E parece-me, de facto, uma tradução perfeitamente adequada a "kiss her ass".

boss disse...

lol desconhecia por completo esse uso generalizado.. as coisas que se dizem aí para baixo.. lol

Mas de qualquer modo não é assim que em geral é traduzido nas legendagens.

Outro exemplo é "twat" traduzido para "cona", quando palavras como "crica" ou "rata" provavelmente seriam mais apropriadas. Até porque "cona" devia ser reservada exclusivamente para a tradução de "cunt". Mas conclusão, nas legendas da "Letra L" há divertidas "Noites da Cona"...