quinta-feira, outubro 19, 2006

A Renascença afia as garras

Já toda a gente deve ter visto a campanha publicitária que a Rádio Renascença - Emissora Católica Portuguesa lançou nas televisões e jornais. Mesmo a calhar, a tempo de fazer subir um pouquito as audiências (pelo menos as que sejam capazes de sobreviver ao terço das 18h30) em plena pré-campanha para o referendo à IVG. A imagem que ilustra este post, onde se vê uma mulher com barriga de quem está prestes a dar à luz e um feto com pelo menos umas 18 semanas, foi também escolhida pela Renascença para ilustrar uma "notícia" no seu site sobre o referendo do sim ou não à despenalização da IVG até às 10 semanas.

A "notícia" é gira e começa assim: «Tem mais de um ano, evitava o referendo, e caiu no esquecimento pela mão do PS: uma proposta de projecto de lei que tinha como objectivo livrar da cadeia as mulheres acusadas do crime de aborto.» Mas tenho eu ouvido falar noutra coisa a não ser este disparate de manter a lei, criar mecanismos que impeçam a sua aplicação nos tribunais, mas mantendo também o aborto clandestino como única possibilidade de abortar? (O tal que só em 2005 levou 10511 mulheres a receberem tratamento hospitalar.) Mas para a Renascença isto é coisa boa e coisa não suficientemente propagandeada, e mais, evitava o referendo. O que evitava o referendo sei eu, e não é esta treta da "legião de Maria" do PS, também acarinhada por gente como Portas e Marcelo. Mas a onda na Renascença não é, nem nunca foi, a de informar, é converter, e rezar, rezar muito!

3 comentários:

Max Spencer-Dohner disse...

amigo Boss...adivinha-se e avizinha-se uma guerra difícil :s

Raio das sotainas que não "deslargam" :)

Bruxa Cabra e Vaca disse...

Olá amigos. Eu estou enjoada dessa "merda" toda. Ninguém (o povinho, e até eu) está informado sobre o tema. Referendos para quê? Este país anda sempre a reboque de uns intelectuais do tacho, que só lá estão, devido à sua mui nobre genética da pandilha dos ricos. Isto de cortarem milhares na função pública e o mainstream pindérico e com alguma relutância dos professores... que "merdinha" de país. O Sócrates é mau? Mau é esta gente, eu tu eles, NÓS que nada fazemos, é tudo pseudo. Foder o sócrates não chega, o casamento GAY? O ABORTO? E os CADS (despiste do HIV call-centers e metodologia pouco psicológica) a acabarem, esta política de extermínio das fórmulas que até andavam (mal) por outras que vão simplesmente transformar o nosso belo burgo num Brasil. Onde os assaltos e vedações de metal de 3 metros em cada casa, vão sem dúvida, aumentar. Um polvilhão de merda está por vir, já chegou segundo alguns videntes de tasca. Dizer mal não chega.

E de um ponto de vista diferente à diferença, e se, foder fosse só foder? Um verbo, como comer pão, beber água, fazer as necessidade... Por aí fora, e se foder levasse ao aborto? E? Como quando o macho joga futebol, e se suja terá que tomar banho, nessa ordem de ideias...

E se foder levasse ao aborto? E amanhâ outra vez e outra? Ok, sem consciência pesada, sem atritos hormonais e reações negativas do body da vítima do desejo sexual. E se... eu quisesse ser puta de vida? Sem protecções? Qual a maldade? O gajo que fuma todos os dias, e manda aquela chaminé para cima da abnegação dos outros, é o quê? O gordo de 140 quilos que insiste em continuar a árdua tarefa de meter banha lá para dentro... é o quê? Todos eles daram desperdício monetário ao estado, a saúde agravar-se-á... Por essa ordens de ideias, eu também gostaria de me incutir maldade em forma de prazer-vício, e simplesmente foder para abortar (se tivesse que ser) a causa seria mesmo a relação sexual, o orgasmo, mas com esta exposição poderia engravidar, sei lá, sexo a três, orgias, com animais, tira e põe, chupar nas wc´s femininas, etc, estaria claramente exposta a cuspir no meu cio com esperma... e engravidaria, logo...

Beijos!

Bruxa Cabra e Vaca disse...

ah, esquecia-me, passem o vídeo, é importante:


http://www.youtube.com/watch?v=CEdp4_tlR8s