quarta-feira, junho 13, 2007

Dúvida existencial: o Toy não era apoiante da CDU?


Via Costa do Castelo. Dica para o sr. Carmona, o Toy não é nenhum Darth Vader a dançar salsa, sei que às vezes parece, mas não é e não engana.

2 comentários:

Eduardo disse...

Houve um sorteio e o Toy calhou ao Carmona. Há dias de azar.

José Teófilo Duarte disse...

É pagar ou largar
Mais um rendido à "independência partidária activa". Toy, o cantor-simbolo de Carlos Sousa nas campanhas eleitorais da CDU, em Setúbal, em mini-entrevista a João Pedro Henriques, publicada no DN, declara o seu apoio a Carmona Rodrigues. O cançonetista queixa-se da forma como o seu amigo autarca setubalense foi "despedido" e esclarece que todos os apoios políticos que assumiu foram pagos. Já o sabíamos, mas é bom confirmá-lo. Aliás, é muito curiosa uma declaração do generoso activista político: "Desde que me paguem até na casa de banho canto".
Não haverá por aí partido ou candidato independente capazes de satisfazer este possibilidade? É seguramente o lugar ideal para este "homem de esquerda" se exprimir.
Vejam lá isso.

publicada por José Teófilo Duarte em
www.blogoperatorio.blogspot.com