segunda-feira, junho 25, 2007

Inês de Castro©

Leio e pasmo: «O advogado José Miguel Júdice, detentor da marca Inês de Castro, revelou que está disponível a cedê-la para produtos de qualidade e que possam potenciar aquela história verídica da nação portuguesa.»

Como? Importam-se de me explicar? É herança, é? «"Não tenho nada contra a utilização da marca Pedro e Inês em produtos nacionais. Até pode ser em atum, mas tem de ser uma conserva muito boa e não um atum ranhoso", disse o advogado, confrontado com a falta de aproveitamento comercial da nossa História.

O registo das marcas foi a forma de "evitar a degradação" da sua utilização, mas até ao momento somente um vinho do Dão e licores abaciais em Alcobaça estão a utilizar os nomes comerciais dos dois amantes.»

Quem disse que a História de um país é do seu povo? E a Galiza que não perca tempo a lembrar que Inês era galega, agora é marca registada, pertença de Júdice. Venha então o atum que assegurará a dignificação do nome da Castro. E já que estão a tentar vender a história a Hollywood acho que vou mas é tratar de registar Afonso Madeira, o escudeiro que consolou o viúvo Pedro. Enfim, a pitada gay necessária para garantir um sucesso de bilheteiras. Vou ficar rico!

5 comentários:

Fer disse...

Nom entendo como umha figura histórica pode ter direitos de marca :S :S
Como galego e como interessado pola história penso que o nosso património comum mais imaterial - há algo mais etéreo que um nome? :S - nom pode ter limitada a sua difusom polo arbítrio e vontade dum advogado :_

FuckItAll disse...

un-fuckin'-believable...

Mouro da Lapa disse...

É só para comunicar que eu detenho os direitos de utilização do nome de Alípio Joaquim Fernandes da Silva e Esposa. Era um casal que eu conheci, muito simpático, ele era funcionário numa repartição e ela cozinhava para fora e até fazia uns pastéis de massa tenra muito bons.
Não sei bem que importância tiveram na História de Portugal, mas ainda hei-de descobrir qualquer coisa, porque já agora também quero ganhar algum desta maneira, que pelos vistos está a dar.
Obrigado.

FuckItAll disse...

Também valerá para datas? Posso registar 1640 e ceder apenas a marcas de atum ranhoso.

Peregrino a Meca disse...

"Com o pao Saloio Brites de Almeida, até os espanhois levam..."
"Chazinhos D. Sebastiao para um grande comilao"
"Com os oculos Camões até da para ver os chatos dos..."
"Cantarilhos Nuno Alvares Pereira para quando da aquela sequeira"
....