sexta-feira, junho 22, 2007

Um país de zombis

«The proposed new voting system would link voting strength to population, so Poland sees the question of its war dead as highly relevant.

"We are only demanding one thing, that we get back what was taken from us," Prime Minister Jaroslaw Kaczynski told national radio this week.

"If Poland had not had to live through the years of 1939-45, Poland would today be looking at the demographics of a country of 66 million."

The country's population is currently 38m, compared to Germany's 82m. Since Poland has 27 votes to Germany's 29 under the existing system, Germany would be the biggest beneficiary of the proposed change.»
Já suspeitava há muito, eis a confirmação. Só estranho não contarem ainda os abortinhos do período comunista, até suecas lá iam! Outros tempos, mas com esses devia dar pelo menos uns 100 milhões de polacos, todos merecedores de direito ao voto, claro. Agora a sério, não dá para aproveitar este incidente e corre-los porta fora? Tipo, olhem caros voltem mais tarde, quando a maioria da população for do tipo que respira, ok? Do widzenia!

Nota: O cartaz original
é este, a minha manipulação tosca é made in Paint mesmo. O "zumbis" é porque entre anglicismos ("zombies") e brasileirismos, prefiro naturalmente os segundos, embora "zombis" também possa ser um aportuguesamento válido. Mas zumbis soa-me mais catita. PS: Ou talvez não, ver comentários.

4 comentários:

mva disse...

Mas olha que Zumbi é o nome do herói negro brasileiro, fundador do quilombo de Palmares...

Heliocoptero disse...

Quando muito a Polónia perde fundos comunitários. Pelo menos o Durão já fez essa ameaça, embora nunca a tenha feito por outros motivos...

boss disse...

Ups, pois é Miguel.. acho que vou trocar então por zombis. E os brasileiros deviam fazer o mesmo LOL

Eu sei Heliocóptero, mas sonhar não custa..

Heliocoptero disse...

Reparou uma amiga minha que Kaczynski também era o apelido do Unabomber. O slogan "Bomb Poland" assenta que nem uma luva, portanto.