terça-feira, maio 15, 2007

É na Madeira, ninguém leva a mal

«Ao tentar colocar o boletim na urna, o eleitor viu o seu voto anulado. Protestou. A reclamação ficou sem efeito. Porquê? A mulher já tinha votado por ele.»
Via Womenage. Na foto vêem-se os cartazes do PSD. Em cima "A Madeira é dos madeirenses", um slogan que em qualquer outra "colónia" do mundo seria um slogan independentista, mas que na Madeira é apenas um slogan pelo chupismo ao contenente. E em baixo "40-0 Madeira Livre", o pleno do PSD em todos os actos eleitorais da ilha, comparáveis apenas aos de estados ditatoriais, como prova afinal da sua liberdade, na curiosa visão do PSD.

2 comentários:

Génio Louro disse...

Concordei plenamente!

L. Antão disse...

A madeira é um mundo à parte, nesta democracia um pouco atípica que fomos construindo. Ao PSD sabe-lhe bem sobretudo as vitórias expressivas e consecutivas sem lhe interessar a qualidade da democracia da região. Ainda lhe sabe melhor se isso servir como arma de arremeço na política do continente, se não serve então não se mexe que está bem assim.
Sempre quero ver o que acontecerá quando o A.J.J. finalmente abandonar a política se é que isso vai acontecer algum dia. Já tenho dúvidas que o seu fantasma deixe a ilha em paz.